Número geral
(+351) 214 329 410

Localização
Morada e direções

Programa para doentes de Alzheimer

A Doença de Alzheimer é uma doença neurológica, degenerativa, que produz atrofia progressiva, e que se caracteriza por alterações a nível cognitivo, comportamental e funcional. A nível cognitivo verifica-se a perda de habilidades de pensar, raciocinar, memorizar, concentrar, afetando também a área da linguagem, entre outras. A nível funcional, verifica-se a perda progressiva da capacidade para realizar atividades da vida diária, nomeadamente atividades básicas (relacionadas com o auto-cuidado do doente, tais como higiene, alimentação, controle esfincteriano, etc.) e atividades instrumentais (que incluem a capacidade para preparar uma refeição, realizar trabalhos domésticos, administrar a medicação, etc.).

O Programa para doentes de Alzheimer no Hospital Monsanto destina-se a controlar os sintomas e a atrasar os efeitos produzidos pela deterioração derivada da doença e foi concebido principalmente, para dar resposta às seguintes fases pelas quais passam doentes e familiares: Após o diagnóstico da doença e apesar da doença de Alzheimer ser uma doença crónica, o inicio precoce do tratamento atrasa o desenvolvimento da doença, produzindo algumas melhorias na memória e tornando mais compreensíveis as mudanças que vão ocorrer na pessoa.

Descanso do cuidador
A Doença de Alzheimer não afeta apenas o doente, mas também todas as pessoas que lhe são próximas: de um modo geral, os doentes de Alzheimer necessitam de auxílio para a realização de várias atividades da vida diária, necessitando de um cuidador que fica com inúmeras responsabilidades a seu cargo. Devido à enorme sobrecarga vivida pelos cuidadores, pode ser necessário em determinadas alturas um tempo para estes se poderem reestruturar em termos emocionais e físicos.

O tratamento funciona de acordo com quatro áreas de intervenção:

1. Medicamentosa A cargo do médico, visa introduzir ou rever a medicação tomada pelo doente, e tem como objetivo controlar os sintomas da doença, atrasar os efeitos produzidos pela mesma e controlar possíveis patologias que possam aparecer concomitantemente.
2. Supervisão A cargo do enfermeiro com uma equipa de serviço 24 horas por dia.
3. Estimulação cognitiva e física A cargo da Psicóloga Clínica, traduz-se por exercícios de estimulação nas várias áreas afetadas pela doença, com o objetivo de restaurar ou maximizar as funções perdidas ou diminuídas, de melhorar a flexibilidade do doente, a circulação e consumir o excesso de energia que pode levar a crises de agitação e agressividade.
4. Fisioterapia A cargo do Fisioterapeuta, traduz-se por massagens, exercícios para fortalecer a musculatura envolvida na marcha e no controlo esfincteriano, com o objetivo de melhorar as funções motoras e, deste modo, colaborar na manutenção da independência e do bem-estar do doente. .


Programa para doentes de Alzheimer